Ditaduras na América Latina

Enquanto, no Brasil, algumas pessoas se sentem na liberdade de comemorar o dia 31 de março — data que marca o golpe militar de 1964 que jogou o país em uma ditadura que durou 21 anos —, é importante lembrar que nós não fomos o único país a passar por essa situação.

De fato, a esmagadora maioria dos países da América Latina passou por períodos de repressão militar entre as décadas de 1930 e 1990. Você sabe o porquê e quais são as consequências disso? O Exclamación preparou a série Ditadura Nunca Mais, trazendo informações sobre os regimes militares em cada país da hispano-américa*.

*Usamos o termo hispano-américa pois o Exclamación é voltado para países que falam espanhol. Portanto, não nos aprofundaremos nas ditaduras do Brasil e nem do Haiti.

O contexto histórico das ditaduras na América Latina

Em muitas ocasiões os países latino-americanos estiveram sob regimes classificados como ditatoriais. Aqui, vamos delimitar para as situações em que foi aplicado um golpe financiado pelos Estados Unidos para implementar políticas de interesses próprios e anti-comunistas.

Essa foi uma prática bastante comum da política externa estadunidense depois da Revolução Russa (1917), mas principalmente durante o período da Guerra Fria (1945-1989). 

Isso porque esse último recorte da história fez com que o país disputasse com a União Soviética para exercer poder sobre os demais países do mundo. O crescimento do comunismo na América Latina era — e ainda é — uma ameaça para a hegemonia dos Estados Unidos na região, pois ele vem carregado de pensamentos anti-imperialistas que dificultaria a dominação sobre os latino-americanos e poderia até trazer mais independência e prosperidade para a região.

Decidimos fazer esse recorte nas ditaduras na América Latina pois há casos como o México de Porfírio Díaz que buscava, sim, implementar o intervencionismo dos Estados Unidos, mas ocorreu antes do contexto dos golpes efetivamente financiados pelo país e do anticomunismo. Esse governo foi de 1876 a 1911 e terminou com a Revolução Mexicana, trazendo nomes com Pancho Villa e Emiliano Zapata.

Também existe o caso da ditadura na Costa Rica de 1917 a 1919, causada por uma ruptura da democracia e uma eleição duvidosa que só tinha um candidato,  Federico “Pelico” Tinoco, sendo oposição às medidas do presidente anterior.

Quais são os países latino-americanos que tiveram ditadura?

Seguindo esse recorte definido pelo Exclamación — apenas nações hispanas que sofreram golpes financiados pelos Estados Unidos para implantar medidas de seus interesses, inclusive o anticomunismo —, os países latino-ameticanos que tiveram ditadura são:

  • República Dominicana;
  • El Salvador;
  • Nicarágua;
  • Honduras;
  • Cuba;
  • Colômbia;
  • Venezuela;
  • Guatemala;
  • Paraguai;
  • Bolívia;
  • Peru;
  • Equador;
  • Chile;
  • Uruguai;
  • Argentina;
  • Panamá.

Essa lista será atualizada com os links dos posts de cada um assim que forem publicados.

Enquanto isso, confira o histórico do conflito armado na Colômbia!

Autor: Isabela Guiaro

Jornalista e analista de conteúdo em marketing digital. Fiz pós-graduação em Globalização e Cultura e, durante o curso, desenvolvi pesquisas sobre identidade nacional e cultura latino-americana. Apaixonada pelo idioma espanhol desde os 5 anos de idade, meu objetivo é disseminar a cultura hispana no Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s