Conheça a tradição do Dia dos Inocentes em países hispanos

Entre os dias 27, 28 ou 29 de dezembro —  dependendo da região e igreja — comemora-se o Dia dos Santos Inocentes nos países hispânicos. A celebração é cristã e marca o evento bíblico conhecido como “Massacre dos Inocentes”, e é contada no Capítulo 2 do Evangelho de São Mateus.

Apesar da história trágica e cristã, a data conhecida simplesmente como Dia dos Inocentes se tornou uma celebração muito comum em países hispanos por meio das pegadinhas, similar ao 1º de abril, que chegou por meio da tradição pagã. Entenda mais sobre a origem!

Dia dos Inocentes: a tradição cristã?

Os Santos Inocentes eram crianças menores de dois anos nascidas em Belém, Jerusalém, que foram assassinadas a mando do Rei Herodes. O motivo do genocidio seria acabar com o possível reinado de uma criança nascida àquela época, já que acabaria com o reinado de Herodes. 

O futuro rei, no caso, é Jesus Cristo. As crianças assassinadas são conhecidas por morrerem no lugar de Cristo, e muitos ainda os chamam de Santos Inocentes Mártires. O número de crianças que foram mortas é desconhecido até os dias de hoje. 

De acordo com o Capítulo 2 do Evangelho de São Mateus, os Três Reis Magos chegaram na região de Jerusalém seguindo a estrela que anunciava o nascimento de Messias. 

Primeiro, os magos foram até Herodes imaginando que o bebê estivesse em sua casa  e, a partir daí, o Rei ficou sabendo do nascimento do futuro rei. Logo depois, Herodes descobre que a criança nasceria em um vilarejo em Belém. 

Os Reis Magos encontram o bebê junto de Maria e José. Durante a noite, eles têm um sonho com a mesma estrela, que avisa para eles não voltarem ao reino de Herodes, que este pretendia matar a criança que acabara de vir ao mundo. Dessa forma, os Reis obedecem ao sinal e todos fogem do local.

Por medo de perder o reinado, Herodes manda seus soldados matarem todas as crianças de até dois anos nascidas na região. 

Por que o Dia dos Inocentes é celebrado com pegadinhas? 

A data de celebração e memória dessas crianças foi escolhida por ser próximo ao nascimento de Jesus. Na Espanha e América Latina, o dia é conhecido para pregar peças nas pessoas — equivalente ao dia da mentira, no Brasil, comemorado em 1º de abril. 

Apesar da herança cristã da data, também houve uma mescla com culturas pagãs da Idade Média. 

No momento em que a Igreja Católica se tornou a religião oficial do Império Romano, automaticamente as celebrações pagãs viraram festividades cristãs. Dessa maneira, na Idade Média, o rito pagão tornou-se a “Fiesta de los Locos” — ou festa dos tolos, em português — e é comemorado nos dias entre o Natal e Ano Novo.  

Além disso, não há relação nenhuma entre o assassinato das crianças e as brincadeiras feitas neste dia. A verdade é que a cada dia 28 de dezembro, os romanos celebram Saturno, o Deus da agricultura, e nesta celebração, os governantes realizavam um jogo que consistia em colocar feijão dentro do pão.

Mais tarde, quem encontrasse este feijão poderia desfrutar do reconhecimento em ser rei temporariamente. O novo rei tinha a oportunidade de fazer brincadeiras com todos, inclusive cometer alguns abusos contra todos os cidadãos.

O ponto central da festividade era uma missa fictícia que causasse riso nas pessoas, e dessa forma, era preciso um ‘bispo bobo da corte’ para ser o escolhido. A festa acontecia em uma igreja, tendo “padres” fantasiados entrando no Coro dançando, pulando e cantando canções pitorescas. Os subdiáconos comiam salsichas, jogavam cartas e dados no altar; Em vez de incenso, queimavam solas de sapatos velhos. 

Outra característica conhecida desta data é que as pessoas fazem brincadeiras com as outras, até envolvendo dinheiro. Muitos indivíduos chegam a pedir dinheiro emprestado neste dia, e depois não devolvem com a justificativa que era brincadeira do Dia dos Inocentes.

Outra graça feita é que até em programas de televisão transmitem notícias falsas ou exageradas. Há também pessoas que ligam para amigos para contar a eles algum evento inexistente ou outras mentiras, para, depois de um bom tempo, contar a verdade. 

Neste vídeo é possível ver o Presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, fazendo uma brincadeira pelo Dia dos Inocentes.

Para conhecer mais sobre a cultura dos países hispânicos, continue lendo o Exclamación!

Autor: Beatriz Gouvêa

Jornalista de formação e amante da cultura hispana desde criança. Passo a maior parte do tempo escutando música em espanhol e amo tudo o que envolve o universo latino.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s